Curso Gratuito Educação Especial Inclusiva: conceitos, evidências e práticas contemporâneas.

Corujão Cursos Online



Instruções sobre o curso:
Lista de presença (somente para os inscritos: https://forms.gle/HAs9fjzdd4YUzZEe7)
Haverá 3 aulas, de 3h cada – 12, 15 e 17 de dezembro, entre 19h e 22h
É necessário assinar a lista durante o horário de aula
A lista está na descrição do vídeo;
Os que não estão inscritos, favor NÃO assinar a lista;
Os inscritos serão cadastrados na plataforma de cursos da Luna ABA e receberão um email de acesso (verificar o Spam) até o final da semana e deverão realizar os testes de segunda a sexta da semana que vem;

Curso gratuito sobre Educação Especial Inclusiva e seus conceitos, evidências e práticas contemporâneas.
Ministrante: Lucelmo Lacerda

Para quem quiser aprender mais, segue o link da Pós-Graduação Educação Especial e Inclusiva para Autismo e Deficiência Intelectual Baseadas em Evidências:
https://www.cbiofmiami.com/pos-educacao-inclusiva-tea

source

cursos online educa

42 comentários em “Curso Gratuito Educação Especial Inclusiva: conceitos, evidências e práticas contemporâneas.”

  1. Boa tarde, grande parte das perguntas propostas partiram de generalizações de indivíduos típicos e atípicos para validar a prevalência da metodologia de inclusão total. Exemplificando com a questão da mensuração de aprendizagem do aluno com deficiência, por óbvio o aprendizado é individual (grupos com características semelhantes apresentam resultados distintos, quiçá grupo que detém características distintas desde o início), contudo métodos e técnicas são adaptadas a determinado público/indivíduo. A educação formal estatal, propõe a inclusão total (política pública), afere resultado de acordo avaliação de conhecimento, então como determinar conhecimento formal/acadêmico quando não "imponho" sistematização deste ao indivíduo? A resposta deste modelo podemos encontrar na classificação do PISA.

    Responder
  2. O que sua fala me fez concluir é que a inclusão está longe de se efetivar, porque a confusão sobre esse assunto se iniciou e se mantém nas academias (universidades). Talvez, essa seja uma das poucas áreas em que o "chão" da Escola que vai conseguir sinalizar o que de fato faz ou não sentido para a prática na educação especial.

    Responder
  3. Dr.Lucelmo não acho seu vídeo onde falava de professores de apoio sem ser formados em educação especial mas sim treinados . E com o plano individual a ser seguido pelo auxiliar do aluno e pelo aluno. Teria esse vídeo ou esse artigo pra disponibilizar ?

    Responder

Deixe um comentário